AUTOATENDIMENTO

Uniso recebe nota máxima do MEC
25/09/2018 - 14h42

A Uniso recebeu a nota 5 do MEC na avaliação para o recredenciamento institucional no sistema de Ensino Superior. Com essa nota, a Uniso torna-se a única Universidade da Região com a nota máxima do MEC, incluindo as públicas. 
No Estado de São Paulo, apenas cinco das 38 universidades, dentre as privadas, comunitárias e públicas, possuem esse conceito. No Brasil, são 22, de um total de 201 universidades.
A nota é um dos indicadores utilizados pelo Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (SINAES) para promover a melhoria das Instituições de Ensino Superior, e também dá uma mostra à sociedade de como as instituições estão atendendo os padrões de qualidade estipulados pelo MEC.
O resultado foi divulgado no último dia 24 e resulta de uma avaliação in loco feita por uma comissão do MEC, entre os dias 12 e 14 de setembro. Durante essa avaliação, a comissão analisou documentos, visitou as instalações da Universidade e se reuniu com a Reitoria, professores, chefes de setor, funcionários e alunos.
Os avaliadores analisaram cinco eixos, subdivididos em dez dimensões avaliativas, que se referem às diretrizes acadêmicas e gestão universitária, aos quais são atribuídos conceitos de um a cinco. A Uniso teve nota máxima em todos os eixos: Planejamento e Avaliação Institucional; Desenvolvimento Institucional (contempla missão, objetivos, metas e valores, bem como práticas de pesquisa, inovação tecnológica e responsabilidade social, dentre outros itens); Políticas Acadêmicas (referentes aos cursos de Graduação e Pós-Graduação); Políticas de Gestão (que engloba capacitação de docentes e funcionários), e Infraestrutura.
O Reitor da Uniso, professor Rogério Augusto Profeta, destaca que a nota 5 representa a consolidação da Uniso como uma universidade comunitária no cenário nacional. “Somos uma Universidade relativamente jovem, que acabou de completar 24 anos, mas que já é reconhecida entre as melhores. Esse resultado só vem renovar nosso compromisso de promover um Ensino de qualidade e o desenvolvimento científico e tecnológico”, afirma o professor.
Na Educação Superior, há três tipos de instituições credenciadas segundo sua organização e prerrogativas acadêmicas: faculdades, centros universitários e universidades. As exigências de qualificação mudam conforme seu perfil.  As faculdades possuem o credenciamento básico para oferecer cursos superiores em determinada área do conhecimento. Já os Centros Universitários são aqueles que reúnem cursos e programas em uma ou mais áreas. Essas duas categorias não têm a obrigatoriedade de desenvolver pesquisa, que é a base para a produção de conhecimento, nem de atender a outros requisitos, como é o caso das universidades. Para serem credenciadas como tal, as universidades são avaliadas levando-se em consideração um conjunto de indicadores que demonstrem a integração de Ensino, Pesquisa e Extensão, além de possuir produção intelectual institucionalizada, ter 1/3 dos professores com Mestrado ou Doutorado, 1/3 dos professores em tempo integral, dentre outras exigências. 
Na Uniso, esses requisitos estão consolidados. A Universidade possui 88% do corpo docente formado por mestres e doutores e sua produção intelectual é reconhecida nacional e internacionalmente, considerada a sétima universidade brasileira em citações de artigos científicos, segundo dados do Ranking Universitário da Folha (RUF 2017).


Sobre a Uniso
Primeira universidade da Região, foi implantada em 15 de setembro de 1994, mas já nasceu com uma sólida tradição na área da Educação, iniciada em 1951 pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Sorocaba (FAFI). A Uniso foi idealizada pelo professor Aldo Vannucchi, seu primeiro Reitor (até 2010), sucedido pelo professor Fernando de Sá Del Fiol (2010/2018).
Oferece mais de 60 cursos de Graduação, cursos de Especialização, e quatro programas de Pós-Graduação: Mestrado e Doutorado em Ciências Farmacêuticas, Mestrado em Comunicação e Cultura, Mestrado e Doutorado em Educação, e Mestrado Profissionalizante em Processos Tecnológicos e Ambientais, todos recomendados pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e reconhecidos pelo MEC.
Atende a 11 mil alunos na Cidade Universitária e nos câmpus Trujillo e Seminário. Tem como entidade mantenedora a Fundação Dom Aguirre (FDA)
A Uniso é uma Universidade Comunitária, ou seja, não é estatal, pois não foi criada nem é mantida pelo Poder Público; e também não é estritamente particular, pois não pertence a um grupo econômico, e não possui fins lucrativos. É de propriedade da comunidade e gerida por um Conselho Universitário do qual fazem parte dirigentes, professores, alunos, funcionários e representantes da comunidade.