AUTOATENDIMENTO

Uniso recebe aprovação para o Doutorado Profissional
05/04/2019 - 15h32

A Uniso obteve a aprovação para a implantação do Doutorado Profissional em Processos Tecnológicos e Ambientais, o único da Região e um dos primeiros do País autorizados na área interdisciplinar, o que coloca o Curso entre os melhores.
O relatório referente à aprovação do Doutorado Profissional foi publicado nesta sexta-feira (5/4), pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), órgão responsável pela avaliação das propostas de implantação de cursos de Pós-Graduação.
O professor Daniel Bertoli Gonçalves, Coordenador do Programa, comenta que os avaliadores destacaram a produtividade científica dos docentes e mestrandos, uma das mais altas do País.
Ele lembra que o curso de Mestrado Profissional também se destaca com a nota 4 alcançada em apenas três anos de funcionamento. A maior parte dos cursos recebeu nota 3, conferida aos programas em fase de consolidação.
Com 32 mestres formados, 34 mestrandos e 13 professores, o Programa tem área de concentração em "Inovação, Tecnologia e Ambiente" e três linhas de pesquisa: "Processamento e caracterização de materiais e produtos", "Desenvolvimento e controle de processos produtivos" e "Processos Ambientais", que são subsidiados por três grupos de pesquisa.
A partir de uma abordagem interdisciplinar gerada pela convergência das áreas de exatas, biológicas, ensino e saúde, o Programa está totalmente dedicado à resolução dos desafios tecnológicos, produtivos e ambientais, especialmente da Região de Sorocaba.
Conforme explica o professor Daniel Bertoli, o foco principal é formar pesquisadores profissionais para atuarem em setores de Pesquisa & Desenvolvimento das empresas, uma carência dos diversos setores da economia regional. “Grande parte das empresas da Região não trabalham no desenvolvimento de produtos, tecnologias ou processos, por falta de conhecimento, know-how e mão de obra especializada”, comenta.
Apesar do formato profissionalizante, os cursos possuem a mesma rigorosidade de um mestrado ou doutorado acadêmico. A criação do curso passa pela avaliação criteriosa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), que desde o ano passado, tornou mais rígidas as regras para criação e avaliação da pós-graduação stricto sensu. Para a aprovação, são analisadas as condições de infraestrutura, a qualidade do corpo docente e a relevância da produção científica, dentre outros critérios.
A primeira turma do Doutorado Profissional deverá começar no segundo semestre de 2019, com inscrições para o processo seletivo a partir de maio. Informações sobre o Programa: http://pta.uniso.br/.

Programas de Pós-Graduação
Com essas aprovações, a Uniso passa a oferecer formação completa nos quatro Programas de Pós-Graduação stricto sensu: Mestrado e Doutorado em Comunicação e Cultura, Mestrado e Doutorado em Ciências Farmacêuticas, Mestrado e Doutorado em Educação, e o Mestrado e Doutorado Profissional em Processos Tecnológicos e Ambientais, todos reconhecidos pelo MEC. Conheça os programas: http://posgraduacao.uniso.br/mestrado-e-doutorado.

Nota máxima no MEC
A qualidade da Pós-Graduação e da Pesquisa está entre as dimensões que garantiram à Uniso a nota máxima atribuída pelo MEC na avaliação de recredenciamento institucional no sistema de Ensino Superior, realizada em setembro de 2018.
A Uniso recebeu a nota 5 e se tornou a única universidade da Região com a nota máxima, incluindo as públicas. Esse conceito distingue a instituição não apenas em nível regional: No Estado de São Paulo, ela está entre as cinco universidades que possuem essa nota, dentre 38 instituições privadas, comunitárias e públicas. Em âmbito nacional, a Uniso passa a figurar entre as 22 universidades com conceito máximo, de um total de 201.
Para ampliar a divulgação dos projetos científicos da Universidade também foi criado, há um ano, o projeto Uniso Ciência, que possui um jornal no formato tabloide, de periodicidade trimestral, um blog e a revista semestral bilíngue Science@Uniso, que teve a sua segunda edição lançada no dia 10 de dezembro. Confira as publicações: em: http://uniso.br/unisociencia.